segunda-feira, 19 de novembro de 2018

1930s!


Somehow our parents and grandparents, even those who passed away, crossed these places and were delighted with what they found ... Childhood touched everyone ... and childhood always finds a special way to enjoy what life provides them ...

terça-feira, 4 de setembro de 2018

A democracia das "Vacas-sagradas" ou dos "eternos" Não-eleitos.

 

segunda-feira, 16 de julho de 2018

Pau Ferro - na "Ilha Caprária", a nascente da "Ilha Brazilis" (Açores).
Pelo menos eram assim identificadas (no Jardim António Borges) as espécies cujas sementes deram origem a estas árvores e flores. Possivelmente uma "Caesalpinia leiostachya" ou uma "Caesalpinia ferrea". Já lhe vimos chamar outros nomes, entre os quais de "Ébano Brasileiro”.
De sementes passaram a arvores e de árvores juvenis passaram a adultas. Este ano, pela primeira vez deram flores. São lindíssimas... mas o seu aparecimento significa que passou uma "resma" de anos entre a recolha das sementes, a passagem por viveiro privado, a plantação, o crescimento e a maturação. Oxalá daqui a duzentos anos ainda estejam a produzir flores e frutos e se lembrem de quem as criou.
Entretanto outros exotismos se vão semeando e plantando,  para que estes não sintam que são os únicos a espalhar beleza pela face da Terra.




 Ao fundo - Dragoeiro da mesma idade do exemplar de Pau Ferro florido. E a acompanhar, uma dúzia de palmeiras a que chamam de "Foxtail" (e outras), semeadas no mesmo ano. E, ainda, como pano de fundo desta imagem, e de toda a Ilha "Caprária", o "Pittosporum undulatum".